19 abril 2012

I'll take you away...




Esse vai ser um daqueles textos que eu vou jogar um monte de informações juntas e não vou me preocupar se ele faz algum sentido. Provavelmente vocês não vão me entender. Não é culpa de vocês. Nem eu me entendo, na maior parte do tempo.

Sabe, eu sempre achei que eu era aquele tipo de pessoa meio misteriosa, daquelas que deixam as pessoas se perguntando o que eu estou pensando/sentindo. Daquelas que intrigam as pessoas de uma forma boa. Infelizmente, descobri que eu sou é complicada mesmo. Difícil de entender, meio dramática, meio imprevisível. Teimosa. Mais realista do que otimista. Meio chata. Meio careta. Totalmente sensível, apesar de todas as minhas amigas dizerem que eu sou "uma das pessoas mais fortes que elas já conheceram". Preguiçosa ao extremo, daquelas que deixa as coisas pro último segundo. Rainha da procrastinação. Dorminhoca. Bagunceira que só! Meu quarto é bagunçado, minha cabeça é bagunçada, minha vida é meio bagunçada. 

Acho que sou um pouco mimada demais pro meu gosto. Gosto mil vezes mais de ficar em casa do que sair pra balada. Apego-me fácil demais às pessoas, lugares, momentos... Machuco-me. Machuco as pessoas. Critico. Amo. Amo muito, ao extremo, demasiadamente. Não sei ainda se isso é muito saudável. Observo e analiso tudo ao meu redor. Quase nenhum detalhe passa despercebido por mim. Gosto de ajudar as pessoas. Gosto de ouvi-las e resolver seus problemas. Gosto quando deixo o dia delas mais alegre. Provavelmente eu não vou concordar com nenhum elogio que me fizerem, mas ficarei muito MUITO feliz com cada um. 

Aprecio coisas simples. Consigo ver beleza na menor das coisas. Acho que música é uma das melhores coisas do mundo. Música é o que deixa tudo mais suportável, sabe? Gosto de me perder no mundo dos livros e dos filmes. Gosto tanto que às vezes penso que sou a própria personagem. Gosto quando dizem que sentem minha falta ou fazem um elogio vezenquando. Não precisa ser sempre, para não cair na rotina. Só às vezes, para receber aquela surpresa agradável. 

Vivo sentindo uma constante saudade de tudo. Saudade de quem eu não vejo, saudade de quem eu vejo, saudade de antes. Sinto saudade das coisas mais rotineiras possíveis. Saudade de quem eu era e quem eu queria ser. Saudade de quando tudo pra mim virava poesia. 

Ainda sou daquelas menininhas que choram pelos seus ídolos. Que se emocionam com suas conquistas, como se conhecessem a pessoa a vida toda. Sou daquelas que quando criam uma obsessão, ficam extremamente chatas. Sou patriota, o que não me impede de gostar de outros países também. Às vezes tenho umas vontades loucas como sentar e ficar observando as pessoas sorrirem. 

Sou humana. Imperfeita. Baixinha. Errante. Sou vaidosa. Sou tímida demais. Fico vermelha quando estou envergonhada. Fico tão nervosa ao falar na frente das pessoas, que minha pressão cai, eu fico pálica, hiperventilo e me tremo toda. Sou calada, quieta, sonhadora. Imagino situações que nunca existirão, conversas que nunca serão feitas. Sou assim. Essa sou eu, Tatyanna Gois Pinho de Mendonça. A blogueira viciada em internet. A garota que tá na Inglaterra. A ruiva dos olhos verdes. Camarão, lhama, esquilinda, Taty-bolas, Thabata, Tatá, Patyanna, Gois, sister, Taty Pequena/Média, Jones. Eu. 

Desculpa pelo texto aleatório, sem noção. Eu só precisava escrever tudo isso em algum lugar. E não se preocupem em entendê-lo. Como eu disse, nem eu me entendo. Eu vou colocar o post sobre as lojas que eu fui em Brighton logo após esse post, ok? Desculpem-me a demora, como sempre. Obrigada pela paciência comigo :) 

Taty!

16 comentários:

Gustavo Benato disse...

Você me impressiona com os textos que coloca aqui! Você escrever muito bem, me passa um pouquinho desse talento!
Mandou muito bem mesmo Taty. Deve ser esse o motivo de eu nunca sair do seu blog. Beijos.

Julia disse...

Gostei muito Taty! O jeito que você se descreveu, parecia que tava falando de mim. Parabéns pelo texto lindo. Beijo!

Andressa Lima disse...

O texto ficou incrível Taty e eu nao me importo se você escrever assim sempre! Saiba que tem gente como você (eu, por exemplo), porque é como se tudo o que você escreveu fosse direcionado a mim (menos a parte da baixinha, ruiva dos olhos verdes e que tá na inglaterra, rs.) Ficou lindo, parabéns.
Beijos :)

Katy Braga disse...

Você só esqueceu de "princesa" kkk
Texto lindo Taty :) bjs

Anônimo disse...

Um dos Melhores textos do Blog até hoje . Me indentifiquei , assim DEMAIS, você não faz ideia, Obrigado Taty e Parabéns! :)

Larissa Sobral disse...

adorei muito esse texto!
me identifiquei bastante :')
parabéns, seu blog fica mais perfeito a cada post que vc publica! kkkkkk
beijos

www.vaidsalto.blogspot.com

Larissa Sobral disse...

corrigindo...

www.vaidesalto.blogspot.com

Rebeca disse...

Essa minha pequena me impressiona cada dia mais. Gostei muito do seu texto flor. Beijo em ti. Louve you

dinda disse...

Vc é tudo issoo mesmo, e mais :muito amada,muito esperada,vc é normal,humana,se descobrindo e descobrindo a vida em toda sua diversidade.bjs

G disse...

Enfim,só vou repetir o que todos estão colocando...vc escreve muito bem,eu me identifiquei com seu texto e seu blog está incrível!
Beijos "Patyanna"...
Adorei esse apelido,haha

Gabriela disse...

Taty, do primeiro parágrafo ao quarto e a parte de imaginar situações que nunca irão acontecer, você me descreveu sem tirar nem pôr, juro pra você! Me indentifiquei muuuito com seu texto! hahaha

Anônimo disse...

Taty, seu blog é tão aconchegante =) seus posts sobre ai só me fazem ter mais vontade de ir pra Inglaterra. E eu preciso ir nessas lojinhas. Bj

Ana disse...

Taty quando eu comecei a ler esse texto eu achei que vc tava falando sobre mim d.d sério me identifiquei com cada palavra escrita, menos a parte do chorar pelos ídolos rs mas eu acho que ser complicada não é tão ruim assim, acho que faz com que as pessoas fiquem meio intrigadas as vezes... Aah eu vou participar da Onuvinci sim, tbm to na sinus que é na semana que vem, essas simulaçoes são mt viciantes .-.
Beijo!

Maria Clara disse...

Nossa, como eu demorei pra comentar aqui! Desculpa, tava dando erro no meu pc lindo e maravilhoso e o comentário não estava aparecendo :/

Inclusive tive que comentar meu sonho com vc pelo formspring (sim, era eu! :D) hahaha. Mas acho que não vou te encontrar na vida real pq vc mora em Brasília :/

Enfim, adorei o texto, Taty! Muito bom mesmo! *---*

"Sabe, eu sempre achei que eu era aquele tipo de pessoa meio misteriosa, daquelas que deixam as pessoas se perguntando o que eu estou pensando/sentindo." Amei! :D

Bjss

Tatyanna Gois disse...

Respondendo:

Gustavo Benato: Eu que escrevo bem, né? Sei sei! Haha muito obrigada, Gus! Beijão.

Julia: Hahaha obrigada!

Andressa Lima: Obrigada :) Vou tentar publicar mais um dos meus textos/confusões aqui...

Katy Braga: Eu não sou princesa mesmo! Hahah obrigada! Bjs

Anônimo: Nossa, muuuito obg!! (:

Larissa Sobral: Awn, obg linda!! *-*

Rebeca: Awn :') Obrigada minha flor. Love you too, linda!

dinda: Ei, obrigada Dinda! Fico feliz de saber que sou amada e esperada ai... Te amo! Bjs.

G: Muuuito obrigada! (e pf, não me chama assim hahahah me lembra meu irmão me enchendo o saco!)

Gabriela: Hahahahah Awnnnn :')

Anônimo: Nossa, sério? Hahahah obrigada!!

Ana: Sério? Heheheheh. Ah, ser complicada pra mim é ruim sim, acredite. Ahhhh boa sorte na Sinus e na Onuvinci!! Bjs

Maria Clara: Relaxa :) que bom que você comentou pelo menos! Aaaah, é você que sonhou comigo!! Ah, mas eu posso sempre viajar, né? Haha enfim. Obrigaaaada flor :*

Tati disse...

Adorei o texto, adoro o jeito que você escreve :)